22/01/2020

[Resenha] Harry Potter e a Pedra Filosofal


Boa Noite! No final do ano passado eu resolvi reler todos os livros do Harry Potter, principalmente por causa do meu TCC as leituras não estavam fluindo para mim então eu peguei um livro que eu amo para ver se assim eu conseguia ler um pouco, mesmo assim meu ritmo foi bem lento tanto que eu só li o primeiro livros nos último dois meses do ano passado e agora sem esse estresse de fim de curso eu resolvi continuar com essas releituras e também atualizar as resenhas dos livros aqui no blog, eu tinha resenhado os 5 primeiros livros em uma releitura que eu fiz em 2014, dessa vez espero resenhar todos os 7 livros ❤ 

Lembrando que essa não vai ser uma resenha imparcial e sim de uma leitura que lei quando criança e se apaixonou pelos livros, então tem toda uma carga afetiva quando eu leio eles, sempre termino com um sorriso no rosto e com boas lembranças no pensamento ❤ 

Dados do Livro
Titulo: Harry Potter e a Pedra Filosofal (Harry Potter #1)
Autor(a): J. K. Rowling
Quantidade de Páginas: 263
Editora Rocco
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia / Infantojuvenil
Ano: 2000
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: 
Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas.

O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais.

Resenha
Nesse primeiro livro da série acompanhamos Harry Potter, que quando tinha apenas um ano teve seus pais assassinados pelo terrível Lord Voldemort, também conhecido como Aquele Que Não Se Deve Nomear e "Você-Sabe-Quem", e se não bastasse matar seus pais ele ainda tentou mata-lo também, mas por algum motivo desconhecido não conseguiu, deixando apenas uma cicatriz em forma de raio na testa de Harry onde o feitiço lançado pelo bruxo do mal o tocou. Depois desse incidente Voldemort nunca mais foi visto, alguns bruxos acharam que ele havia morrido e outros que ele só havia perdeu seus poderes e estava esperando o melhor momento para voltar.

"Ele vai ser famoso, uma lenda. Eu não me surpreenderia se o dia de hoje ficasse conhecido no futuro como o dia de Harry Potter. Vão escrever livros sobre Harry. Todas as crianças no nosso mundo vão conhecer o nome dele!" (Professora Minerva - Página 17)

Depois da morte de seus pais Harry foi deixado para ser criado pelo seus tios, seus únicos parentes vivos, sendo eles trouxas¹ isso o faria ter uma criação normal sem sentir os males de sua fama. Porém a aversão que seus  tios tinham do mundo mágico acabou sendo descontada toda no pequeno Harry. Além disso os sr. e sra. Dursley tem um filho da mesma idade de Harry, Duda, uma criança mais mimada quanto possível e que se divertida maltratando o primo.

"Tudo fica tão confuso quando todos não param de dizer "Você-Sabe-Quem". Nunca vi nenhuma razão para ter medo de dizer o nome de Voldemort." (Dumbledore - Página 15)

Quando misteriosas cartas começaram a chegar para Harry tudo muda, seu tio por algum motivo começa a pirar e não o deixa lê-las, fazendo de tudo para impedir que elas chegassem, porém sem sucesso ele toma uma medida extrema, levando todos para o mais longe possível, para impedir que as pessoas que as estavam enviando os achasse. Mas isso não impediu que eles fossem encontrados por Hagrid, que contou toda a verdade a Harry, sobre a morte de seus pais e ele ser um bruxo, as cartas eram um convite para frequentar a escola para bruxos Hogwarts. Por mais que os Dursleys não quisessem que Harry fosse eles não tinham escolhas.

Depois de fazer todas as compras necessárias no Beco Diagonal para o ano letivo na escola de bruxaria, Harry finalmente esta indo para Hogwarts, onde ele acaba conhecendo os seus futuros melhores amigos Ronny, Hermione e Neville.

"— Sonserina, não, hein — disse a vozinha — Tem certeza? Você poderia ser grande, sabe, está tudo aqui na sua cabeça, e a Sonserina lhe ajudaria a alcançar essa grandeza, sem dúvida nenhuma, não? Bem, se você tem certeza, ficará melhor na Grifinória!" (Chapéu Seletor - Página 108)

Os dias foram passando em Hogwarts e algo estranho estava acontecendo, alguém planejava tentar roubar um artefato desconhecido e Harry e seus amigos acabam entrando em uma aventura perigosa para tentar impedi-lo.

"Harry jamais acreditava que fosse encontrar um garoto que ele detestasse mais do que Duda, mas isso foi antes de conhecer Draco." (Página 126)

Sendo essa a série de livros que fez eu me apaixonar pela leitura essa resenha não tem como ser imparcial, eu acho os livros incríveis, sou apaixonada pelos personagens, tanto os mocinhos e os vilões, e sempre me pego com leves sorrisos enquanto estou lendo, é uma leitura que adoro fazer em momentos difíceis ou estressantes na minha vida porque sempre me fazem bem.

Então se você gosta de livros infantojuvenis, mundos mágicos e enredos cheios de aventura esse e todos os livros do Harry Potter são ótimas dicas.
Onde Comprar: Amazon - Saraiva - Americanas - Submarino

2 comentários:

  1. Oi!

    Acho que sou uma das poucas pessoas que trabalha com literatura e que ainda não leu esse livro.
    Estou incentivando uma criança da família de 8 anos a iniciar o hábito da leitura, você acha que esse seria um bom livro para começar a ler com uma criança dessa idade?

    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andy, eu li a primeira vez com 9 anos e acabei me apaixonando tanto pelos livros da série como pela leitura, então acho que é uma ótima opção para crianças dessa idade sim <3

      Excluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;