11/01/2019

[Resenha] Caixa de Pássaros - Josh Malerman

Boa Noite!! Hoje temos a segunda resenha do ano no blog \o/ E o escolhido pelo nosso colunista Vinícius foi o livro Caixa de Pássaros do autor Josh Malerman que recentemente ganhou um filme pela Netflix e essa adaptação dividiu opiniões, muita gente amou e quase a mesma quantidade não curtiu.
Dados do Livros
Titulo: Caixa de Pássaros
Autor(a): Josh Malerman
Quantidade de Páginas: 272
Editora Intríseca
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance / Horror
Ano: 2015
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: 
Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.
Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Resenha
O grande filme produzido pela Netflix está pirando com a cabeça de muita gente. Mas prepare-se! O livro, como sempre, é uma experiência muito mais completa e imersiva!

Conheci o livro ainda no ano de sua publicação, em 2014, através de uma resenha no YouTube. Porém, apesar de achar a premissa instigante, não me interessei muito em adquiri-lo. Mas não demorou nem algumas semanas e meu irmão apareceu em casa com o mesmo livro e contando tudo sobre a história.

Agora, anos depois, devido ao grande sucesso que o filme está fazendo, decidi pegá-lo para ler e tomar minhas próprias opiniões sobre a obra, e assim, trazê-la aqui para vocês no blog uma resenha. Ah! E também vou comentar algumas diferenças entre a obra escrita e visual.

Em questão de premissa, livro e filme são muito semelhantes:

A humanidade corre sério perigo após algumas estranhas e desconhecidas criaturas se espalharem pelo mundo, disseminando uma praga de suicídios coletivos para qualquer pessoa que as olhe.

A escrita e narrativa talvez seja um dos maiores pontos positivos da obra, oque torna o livro tão único como ele é!

Devido ao fato da personagem principal, Malorie, não poder retirar a venda dos seus olhos na maior parte da história (se não ela morre), a descrição de personagens, lugares e situações são todos retratados com base no toque, olfato, sensações, climas e barulhos ouvidos.

Isto desperta um outro sentido no leitor que está acompanhando a história, já que estamos tão acostumados a receber descrições de locais através de cores, formatos e etc. É algo que realmente te joga para dentro da fantasia do escritor.

Além disso, te tira da zona de conforto e trabalha melhor com sua capacidade de dedução e imaginação literária.

O clima pós-apocalíptico que circula os eventos é totalmente empolgante, e faz a leitura fluir sem o menor esforço.

O que facilita também a boa experiência em Caixa de Pássaros é o seu tamanho. É um livro curto, e por isso é quase impossível encontrar uma "cena morta" ou entediante durante a leitura, pois é uma história bem concisa e enxuta. Ao contrário do filme, que na minha opinião perdeu bastante o ritmo nos seus minutos finais.

Quando isso acontece em uma obra audiovisual que é praticamente inteira composta de cenas de ação no início, e depois vem muitos diálogos no fim, faz com que o tédio apareça com muito mais facilidade aos olhos do telespectador.

Outro diferencial entre o livro e o filme da Netflix são as mortes.

Na obra do escritor Josh Malerman, os suicídios e automutilações são muito mais macabros e fortes de se ler. A vibe da narrativa é mais puxada para um triller.

É compreensível que a empresa de streaming decidiu "aliviar" as mortes na adaptação, já que a Netflix possuí um público de idades bem diversificadas.

<Spoiler> Para se ter uma ideia, no livro Caixa de Pássaros, quando a outra grávida que estava com Malorie se mata, logo depois de conceber o seu bebê, ela não pula simplesmente da janela como foi mostrado no filme. No conto original ela pega seu cordão umbilical, enrola sobre ela, amarra em outro objeto firme, e aí sim se atira janela à fora.</Spoiler>

- Vamos combinar que uma cena dessa não é para qualquer um ver, não é mesmo! -

Apesar de cenas frágeis como essa, o livro também apresenta dramas muito bem construídos. Como por exemplo na cena do rio, quando os personagens tem que descer toda a corredeira sem nem olhar para onde vão.

A tensão e adrenalina são muito recorrentes neste livro! 

Outro arco dramático muito bem elaborado por Malerman é a aversão que a personagem principal exibe pela maternidade e pelo "amor maternal", algo que imagino ser muito complicado de se escrever. Mas o autor tirou isso de letra!

Caixa de Pássaro é uma verdadeira obra prima do suspense, e merece ser lido por qualquer um que curte o gênero, ou goste de uma narrativa diferentona!
Onde Comprar: Amazon - Saraiva - Americanas - Submarino

11 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Eu queria muito ler o livro antes de ver o filme, mas acabei não conseguindo e quando o filme foi lançado a curiosidade falou mais alto, hahaha. Geralmente não gosto de ler livros após ver o filme, mas esse parece que vale a pena mesmo ser lido. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Ainda não li o livro, mas assisti ao filme e gostei bastante, mesmo achando que o filme ficou com algumas partes sem explicar.
    Ouvi muitos comentários que o livro não tem nada a ver com o filme, e isso me deixou um pouco tranquila, pois quero ler o livro e espero me surpreender.
    Eu gosto muito de suspense e esse é um dos motivos de eu estar tão ansiosa pela leitura.
    Adorei sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Normalmente adaptação tem suas diferenças, que bom que essa, o livro e filme são muito semelhantes. Interessante a narrativa da história fugir das descrições que estamos acostumados. Que pena que na adaptação o final foi ficando tedioso por conta de muito diálogos! Só por você descrever a morte da personagem grávida, se ver que as mortes no livro são mais intensar. Que bom que na trama há dramas bem construído! Ainda não assistir o filme - parece que todo o resto do mundo já - Haha' - mas depois dessa resenha fiquei mais interessada e ler o livro e assistir o filme. Parabéns pela resenha! Beijos'

    ResponderExcluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Eu cometi o crime de já assistir ao filme e confesso que estou louca para ler a obra também, sua resenha ficou ótima e só me motivou a ler mais a obra, além da edição estar incrível e ser um assunto de meu interesse.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti ao filme e gostei muito, mas ainda não li o livro e estou para ler nos próximos dias. Eu achei bem interessante os pontos que você mencionou em ambos e depois que eu ler o livro vou ver o livro de novo.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não li o livro e nem assisti ao filme, mas sem dúvida quero ler antes. Uma aluna minha é fascinada por esse livro e me indicou várias vezes a leitura. Gostei muito da sua resenha e espero poder conferir em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiii Vinicius

    Eu sinceramente prefiro o livro,a chei que a adaptação deixou de fora detalhes que marcam. Realmente o livro é mais gráfico e isos o deixa mais próximo à um thriller, mas acho que aí reside também o que prende o leitor na narrativa de Malerman.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. O lado ruim deste livro foi a lentidão, achei que em alguns momentos foi bem arrastado, e apesar de incomodo não achei assustador o livro. Talvez as expectativas estivessem muito altas e acabei me frustrando. Porém a trama é bem feita e o enredo muito bem construído.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Estou com esse livro na estante, me preparando para realizar a leitura dele em algum momento do ano e, com certeza será bem antes de assistir ao filme, porque não gosto de pegar spoiler. Em todas as resenhas que leio dizem que a história é muito lenta e os capítulos arrastados e, acredito que esse é o motivo para eu não ter iniciado a leitura até agora.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Realmente Caixa de pássaros, é um livro que em momento nenhum se torna monótomo, tanto que eu devorei este livro em um dia só. Eu li antes do filme ser lançado e foi um livro que eu devorei

    ResponderExcluir
  11. Oi, Vinícius! Esse foi o único livro bem recomendado do autor! Já li Piano vermelho e não curti, e o terceiro também não foi tão bom, segundo uma amiga... Já Caixa de Pássaros eu não li, e não sei se lerei antes de de assistir o filme.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;