23/10/2018

[Resenha] O baú do Tio Quim - Luiz Antonio Aguiar


Boa Noite!! Hoje temos a nossa quarta resenha do mês 😃 E para hoje nosso colunista Vinícius escolheu falar sobre o livro O baú do Tio Quim do autor nacional Luiz Antonio Aguiar

Dados do Livros
Titulo: O baú do Tio Quim
Autor(a): Luiz Antonio Aguiar
Quantidade de Páginas: 157
Editora Biruta
Gênero: Literatura Nacional / Infantojuvenil
Ano: 2011
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: 
“Talvez a cisma tenha começado num desses sonhos com tio Quim, que eram sempre repletos de sustos e imagens estranhas, de labirintos escuros, pelos quais a garota corria, em desespero, sem conseguir encontrar a saída, com a certeza de que havia um monstro faminto no seu encalço.
Então, foi de um sonho desses que Dedá acordou, naquele meio da madrugada que muitos escritores chamam de ‘as horas mortas da noite’ e algo, irrestivelmente, no baú, lhe chamou a atenção.
Um pressentimento. Como se não estivesse sozinha no quarto. Como se ali, de dentro do baú, o tal troço a estivesse vigiando enquanto ela sonhava. E agora que o sonho fora interrompido, o dito troço mantinha-se fixado nela. Obcecado por ela. Querendo-a em silêncio, imóvel, só olhos.”

Resenha
Este livro do escritor nacional Luiz Antônio Aguiar é algo tão despretensioso que assombra e empolga pela qualidade da narrativa.

A história vai nos apresentar Déda, uma adolescente muito alegre e "normal" como todas as outras meninas da sua idade, que vive com sua mãe, seu pai Leandro e seu irmão mais velho Leandro Filho.

A rotina dessa família era bem comum e sem a menor emoção, segundo Déda.

Exatamente, ERA! Porque um dia toda essa tranquilidade vai embora dessa casa para sempre, pois a chegada de um baú muito misterioso vai provocar fortes emoções em todos que estarão ao redor dessa história.

O estranho objeto veio acompanhado de uma carta, escrito a mão por Quim, irmão de Leandro, ou seja, tio de Déda.

No tal bilhete dizia-se o seguinte:
 "Leandro, Pode guardar este baú para mim? Qualquer hora eu passo para pegar.
Um abraço, Quim".

Bom, pareceria até um bilhete normal, não é mesmo? Se não fosse pelo fato do tio Quim ter morrido a dezessete anos atrás em uma de suas aventuras como explorador, num lugar remoto.

Apesar da aparência grotesca e da mensagem trazida pelo baú, todos da casa trataram o assunto com naturalidade, ao que parecia. Todos exceto Déda, que depois de um tempo fugindo do objeto, (e dos arrepios que a tal coisa provocava na menina) teve que acabar dormindo com a caixa em seu próprio quarto, já que ninguém mais da casa queria ficar topando com a "coisa" por aí.

Déda já desconfiava, mas teve plena certeza que o conteúdo daquele baú não era boa coisa quando alguns de seus objetos começaram simplesmente a desaparecer quando eram deixados sozinhos no cômodo.

Não poderia falar de 'O Baú do Tio Quim' sem dizer a forma misteriosa que esse livro chegou até a mim. Assim como o baú chegou para Déda.

Era um dia normal na escola, e tinha acabado de chegar. A classe do 3°ano do Ensino Médio, na qual eu estudo é totalmente preenchida de prateleiras com variados tipos de livros. Uma mini biblioteca, praticamente.

Todos esses livros estão sempre  devidamente arrumados e em seus respectivos lugares. Porém nesse dia, assim que entrei na classe, percebi que havia um dos livros jogado bem próximo ao meu lugar (que é relativamente longe das prateleiras).

Então eu me abaixei para pegá-lo e devolvê-lo as prateleiras do outro lado da sala. Porém foi imediatamente tomado de uma curiosidade imensa quando li a sinopse atrás do exemplar. Queria tanto saber o quê havia naquele baú, ou quem poderia ter enviado o tal bilhete, que comecei a lê-lo ali mesmo, na escola, e no outro dia já tinha terminado leitura!

Este livro é uma empolgante mistura do épico das aventuras e da tenção dos mistérios. E a história se torna ainda melhor quando outros eventos sobrenaturais começam a acontecer com Déda, e a família, outrora feliz, começa a lentamente se desestruturar.

Também gostei do fato de como o autor aborda cada personagem com um drama/sofrimento diferente dos outros. O motivo é mesmo: O baú, e tudo que ele causa. Mas ao mesmo tempo não é. Apesar de serem família, e estarem sempre juntos, sofrem por coisas separadas. E isso me pareceu bem profundo e assertivo vindo do autor.

Eventos e pessoas do passado e do presente prometem votar átona, e pegar de surpresa mãe, pai, filho, e até tia. Mas só Déda saberá lidar com o que estará por vir.

E aí? Vai encarar essa aventura?

Onde Comprar: Amazon -  Saraiva - Submarino - Americanas

9 comentários:

  1. Uau, senti uma vontade enorme de ler. Já está na minha lista!
    Beijos,
    decorouotalbolero.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Vinicius, como vai? Rapaz, vou procurar esse livro para ler agora mesmo, estou curiosíssima para saber como será o final dessa aventura! Eu nunca tinha lido nada sobre esse libro antes e, não conhecia o autor mas, depois de ler a sua resenha quero muito saber o que tem dentro do baú e, quais são esses acontecimentos misteriosos que você mencionou.

    Eu fico muito feliz quando encontro resenhas de autores nacionais nos blogs que visito, porque sei o quanto alguns leitores desvalorizam essas obras. Tenho percebido também que os autores brasileiros melhoraram muito a qualidade dos seus livros e, principalmente a narrativa das histórias, fazendo os livros ficarem mais empolgantes.

    Obrigada pela dica!
    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  3. Não é bem o tipo de livro que eu leio para ser sincera, mas de qualquer forma eu gostei de conferir sua opinião sobre ele, não sabia nem que havia sido lançado, irei indicar para amigos que gostem do tipo de leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Não tinha conhecimento dessa obra ainda, e confesso que pela capa ele não me chamaria muito a atenção, porém tua resenha me prendeu completamente e fiquei, sem dúvidas, muito curiosa para ler a obra e descobrir todo este mistério.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Oiiii,

    Não é Muito meu tiponde história, mas achei interessante que no início foi despretenciosa e acabou te surpreendendo. E obviamente fiquei curiosa para saber o quê que tem dentro do baú é porque as coisas ela somem kkkk.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Uau, achei a premissa do livro super interessante! Nunca tinha ouvido falar dele, mas já quero muito lê-lo.
    Amo histórias que tem mistério, fico ansiosa para acabar com as páginas. Rs
    Amo livros nacionais, mais um motivo para realizar a leitura logo.
    Adorei sua resenha e já vou anotar sua dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro e fiquei interessada. Gosto de histórias que a gente "não dá nada" e acaba se surpreendendo <3 Eu gosto de mistérios e fiquei curiosa para conhecer os segredos do tio Quim e também como conhecer mais da protagonista. Eu sempre fico com o pé atrás com um homem escrevendo o gênero feminino, especialmente uma adolescente, e por isso fiquei curiosa para saber como o autor a desenvolveu. Adorei a dica, muito obrigada!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e achei a premissa dele bem interessante e fiquei curiosa para poder realizar a leitura também, adorei a dica! O livro me parece ser muito gostoso de ler e espero ter a oportunidade de lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  9. Fiquei mega curiosa pra ler o livro. Gente, que será que tem nesse baú? E com um bilhete de uma pessoa que morreu há tanto tempo ainda... Acho que eu ficaria bem assustada com ele... Rs... E fiquei espantada com a forma com que o livro chegou até você também.

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;