07/09/2018

[Resenha] O Aprendiz de Assassino - Robin Hobb

Boa Noite!! Hoje temos a terceira postagem do mês e mais uma resenha bem bacana para vocês 😍 Para hoje nosso colunista Vinicius escolheu falar sobre o livro O Aprendiz de Assassino primeiro da Saga do Assassino da autora norte americana Robin Hobb.

Dados do Livros
Titulo: O Aprendiz de Assassino (Saga do Assassino #1)
Autor(a): Robin Hobb
Quantidade de Páginas: 416
Editora Leya
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia
Ano: 2014
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: 
O jovem Fitz é o filho bastardo do nobre Príncipe Cavalaria e foi criado pelo cocheiro de seu pai, à sombra da corte real. Ele é tratado como um penetra por todos na realeza, com exceção do Rei Sagaz, que faz com que ele seja secretamente treinado na arte do assassinato. Porque nas veias de Fitz corre a mágica do Talento e o conhecimento obscuro de um garoto criado em um estábulo, entre cães, e rejeitado por sua família. Quando assaltantes bárbaros invadem a costa, Fitz está se tornando um homem. Logo ele enfrentará sua primeira missão, perigosa e que despedaçará sua alma. E embora alguns o vejam como uma ameaça ao trono, ele pode ser a chave para a sobrevivência do reino.

Resenha
Não é de hoje que venho interessado em ler a trilogia da "Saga do Assassino", da escritora Robin Hobb. E foi graças a uma promoção na internet que decidi deixar de lado as outras várias trilogias que deveria ter começado, e comprei o primeiro livro dessa aventura fantástica (O Aprendiz de Assassino). E olha... Fui surpreendido! Foram um dos melhores 15 reais mais bem gastos da minha vida!

A trama da história se passa na cidadela medieval de Torre do Cervo, a capital dos outros 6 reinos que são do domínio do Rei Sagaz. Sim, no conto os nobres são nomeados através de suas habilidades e personalidades mais marcantes.

O monarca têm três filhos: Magestoso, Veracidade, e o mais novo deles, Cavaria. - que era o mais querido entre seu poderoso pai - . Isso mesmo. Era!

Ele deixa de ser tão querido assim aos olhos do rei depois que o mesmo descobre a existência de um filho bastardo de Cavalaria, ou seja, um filho não nobre, que foi concebido de um caso que o príncipe teve com uma "camponesa qualquer" em uma de suas viagens pelos reinos da região.

E é justamente esse meio-filho de Cavalaria que vai nos narrar todos os acontecimentos da sua vida, desde que chegou no castelo. Ele é o nosso personagem principal!

Fitz é como se chama o jovem bastardo. Esse nome foi dado a ele por Bronco, cocheiro de Cavalaria que o criou durante toda a sua infância.

Exatamente, o meio filho do príncipe não foi criado pelo nobre, e sim pelo cocheiro dele. Mas calma, que eu vou explicar para você por quê!

Logo nos primeiros dias, quando o menino chegou ao castelo, Cavalaria e sua noiva não estavam no reino. Eles estavam em uma viagem, na qual tinham partidos alguns dias antes da chegada de Fitz, e diante da novidade de que Cavalaria tinha um filho, um velho boato que todos no reino já desconfiavam havia tempo, se confirmou:

A Princesa era estéril.

Abalados, o casal decidiu não voltar mais para a capital do reinado, se isolando assim, em uma das propriedades mais afastadas das terras do rei, afim de evitar comentários (e outras coisas mais, que descobriremos no decorrer do livro).

Fitz começa a crescer, e Bronco não consegue tomar conta da educação do menino enquanto ele trabalha o dia todo.
Então em um dia, quando o menino meio-nobre brincava na cozinha do castelo, ele dá de cara justamente com seu avô, o rei Sagaz.

Eles apenas tinham se visto na noite da sua chegada, e isso já fazia algum tempo.

O rei Sagaz fica descontente ao saber que Fitz não estava tendo instrução alguma aos estudos, e eis então que o Rei lhe propõe talvez o maior acordo de sua vida.

Sagaz afirma ao garoto que ele terá tudo que uma criança precisa: uma cama e um quarto bom para dormir na torre, comida, e bons professores para lhe ensinarem.

Porém, ele queria algo em troca do menino.

A condição do rei era: Uma vida digna, em troca da sua mais genuína e comepleta fidelidade a ele, o Rei. Pois ele precisaria de Fitz no futuro, para uma tarefa, que  somente ele poderia realizá-la. Somente ele serviria.

E essa serventia vai se revelar algo muito inesperado ao leitor!

Relaxa que eu não vou estragar a experiência de ninguém! Haha pois apenas lendo se terá a experiência completa dessa obra genial!

Já haviam me recomendado - E MUITO -, os livros de Robin Hobb, mas jamais pensei que fosse me apegar tanto a sua forma de escrita, e ao seu jeito tênue, sútil e enfático de narração.

Eu geralmente odeio livros em primeira pessoa, porém "O Aprendiz de Assassino" quebrou de vez esse meu preconceito com a forma de narrativa! Para mim, é definitivamente Fitz quem escreve o livro!

Se você está está em busca de uma boa aventura fantástica, com mistério e magia meio dark, e cavalos, e castelos, animais... esse livro foi feito para você! Assim como foi feito para mim! 

Super recomendo!!!
Onde Comprar: Amazon (Disponível no Kindle Unlimited) -  Saraiva - Submarino - Americanas

9 comentários:

  1. Não conhecia o livro ainda, mas está mistura de fantasia e mistério não tem como não me chamar atenção. Dica mais do que anotada.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  2. Eu quero muito ler essa trilogia. Adoro esse tipo de literatura fantástica, normalmente a narrativa é mais lenta, por conta da ambientação e muitos personagens, mas depois que engata, a leitura só flui. A trama dessa obra me interessa bastante, que bom saber que você curtiu o livro.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Ainda não tinha conhecimento desta triologia. Não costumo ler livros de fantasia, porém dependendo eu curto bastante a leitura. Adorei tua resenha e fiquei curiosa pra ler a obra!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Comigo geralmente acontece o contrário, costumo não me dar tão bem assim com livros em terceira pessoa, pra mim em primeira a experiência parece mais real, sabe? A editora Leya manda bem demais nos livros, é por isso que é uma das minhas queridinhas da estante!

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia a saga e nem a autora, é a primeira resenha que leio e confesso que fiquei encantada com a premissa. Adoro livros de literatura fantástica, fantasia, aventura... Com certeza, dica mais do que anotada! Beijo

    ResponderExcluir
  6. Parece se tratar de uma fantasia épica, certo? Adorei a premissa do livro, essa capa maravilhosa e, é claro, sua resenha. Fiquei curiosa para fazer a leitura...

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? AAAAAAH sempre vejo falar muito bem da série da Robin e fico ansiosíssima em conhecer! Sua resenha só me deixou mais animada ainda, e tenho grandes convicções de gostar. Ótima resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu Amo aventura, eu Amo Fantasia e estou louca por esse livro desde que vi a divulgação.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Já conhecia o livro, mas aí da não sabia detalhes sobre a obra. Amo essa mistura de fantasia misteriosa, sempre me deixa empolgada. O fato de ser narrado em terceira pessoa também me deixa animada, assim podemos ter uma visão melhor da história.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;