22/03/2018

[Resenha] A Arte sutil de ligar o f*da-se - Mark Manson


Bom Dia ūüĆÖ Hoje temos mais uma resenha no blogūüėÉ e a escolha da vez da nossa resenhista Ana Luiza foi o livro A Arte sutil de ligar o f*da-se do autor norte americano Mark Manson. Confira a resenha abaixo.
Dados do Livros
Titulo: A Arte sutil de ligar o f*da-se
Autor(a): Mark Manson
Quantidade de P√°ginas: 224
Editora Intr√≠nseca
G√™nero: Literatura Estrangeira / Auto-Ajuda
Ano: 2017
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: Chega de tentar buscar um sucesso que s√≥ existe na sua cabe√ßa. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por n√£o ver o lado bom de estar no fundo do po√ßo.

Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentaliza√ß√£o positiva - sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade √© que √†s vezes nos sentimos quase sufocados diante da press√£o infinita por parecermos otimistas o tempo todo. √Č um pecado social se deixar abater quando as coisas n√£o v√£o bem. Ningu√©m pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. N√£o d√° mais. √Č insuport√°vel. E √© a√≠ que entra a revolucion√°ria e sutil arte de ligar o foda-se.

Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.

Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.

Resenha

Neste livro, Mark nos mostra diferentes modos de viver a vida, e um deles é parando com a total positividade e aprendendo a viver com o fato de que você vai fracassar e deverá lidar com isso.

Com doses de humor sarc√°stico, √© jogado na cara do leitor tudo aquilo para que ele fecha os olhos. O livro nos proporciona diversos momentos de reflex√£o pois come√ßamos a pensar nas situa√ß√Ķes ali descritas e como isso se encaixa/encaixou em nossas vidas.

A autoconsciência é uma cebola: cheia de camadas, e quanto mais você descasca, mais provável é que comece a chorar em momentos inadequados

Ser sempre muito positivo é destrutivo, porque acaba que você não passa pelo processo de sentir o fracasso, sentir que aquilo não vai passar e por mais que não sejam sentimentos bons, devem ser vividos para que quando a fase ruim acabar, a fase boa tenha muito mais valor.

Mark fala muito sobre decis√Ķes neste livro, e como voc√™ poderia lidar com essas decis√Ķes √© o ponto. N√£o √© um livro qualquer com um t√≠tulo e cor chamativos, √© algo mais.

Mesmo sendo um livro de autoajuda, é uma boa leitura para qualquer momento da vida, pois te faz cair na realidade que por vezes não enxergamos.

Ao decorrer do livro, o autor cita muitas bandas, histórias do cotidiano para nos fazer entender como a vida é, e como nossas escolhas (boas e ruins) afetam ela.

√Č uma leitura que deve ser feita de mente aberta, para que possa aprender algo e mudar alguns aspetos seus. √Č livro que te joga na cara um modo bom de se evoluir.

√Č uma leitura r√°pida por ser interessante, mas n√£o se engane, este livro vai te fazer pensar muito.

Onde Comprar: Amazon - Saraiva - Americanas - Submarino

17 coment√°rios:

  1. Ol√°, tudo bem?

    Não sou muito fã de livros de auto ajuda, mas desde que este livro foi lançado está acontecendo um burburinho nas redes sociais. Adorei sua resenha e vou colocar ele aqui na minha wish list.

    √ďtima resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Apesar de n√£o ter costume de ler livros de auto ajuda, no entanto adoro essa tem√°tica de tomar consci√™ncia dos nossos atos, da pr√≥pria exist√™ncia, enquanto enfrentamento do momentos ruins. Acredito que a inten√ß√£o do autor e exatamente chamar a aten√ß√£o para conseguirmos aprender a lidar com essas situa√ß√Ķes imprevistas, e ruins. Gostei muito da premissa do livro, por essa raz√£o pretendo adquirir.

    VENHAM PARTICIPAR DO SORTEIO: kit da Tag Livros de fevereiro, O alforje, Bahiyyih Nakhjavani
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ol√°, como vai?
    Esse é um dos livros que estou mais interessadas em ler esse ano, mesmo sabendo que ele é do gênero auto-ajuda, que não leio há vários anos. Pelas várias resenhas que tenho lido sobre ele, parece que um livro que todos deveríamos ler pelo menos uma vez na vida, mesmo que não concordamos com tudo que autor escreve nele, precisamos aprender que as coisas não acontecem sempre do jeito que queremos, por isso precisamos estar preparados psicologicamente para nos reerguermos apos cada fracasso.

    Beijos e Abraços VIVI
    http://vickyalmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ol√°!!

    Eu n√£o tenho muito o costume de ler livros nesse estilo, mas eu fico feliz em ver algumas resenhas j√° que eu achei a divulga√ß√£o da obra bem ampla! √Č bom saber que √© possivel aprender com a escrita do autor. A resenha ficou √≥tima!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho curiosidade com esse livro, mas acredito que nem sempre devemos ligar o f*da-se, h√° casos e casos. Mas gostaria muito de poder conhecer mais o livro e gostei bastante da sua resenha.

    ResponderExcluir
  6. Eu acho o t√≠tulo bem interessante e quero ler esse livro ainda. Parece uma leitura divertida e que realmente pode trazer boas li√ß√Ķes.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Ol√°!

    Confesso que não sou uma fã de livros de autoajuda ou autorreflexão, mas, confesso também, que esse livro me deixou intrigada justamente pelo humor e por se tratar de uma autoajuda que não tenta ser positiva a todo instante. Não sei se leria, mas recomendaria a algumas pessoas que sei que gostam do gênero.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Eu nao dava nada por esse livro até um amigo mandar um trecho em que ele cita Bukowski, já amei demais haha de fato é uma leitura rápida e que te faz pensar muitas coisas, sai dessa leitura bem renovada.

    ResponderExcluir
  9. Ol√°, tudo bem?
    Esse é um estilo de livros que nunca fez parte das minhas leituras e que, confesso, nunca tive vontade de ler. Porém, esse livro me deixou curiosa. Ainda não o conhecia, mas gostei dos temas que o autor abordou e acho que iria gostar desse humor sarcástico dele. Adorei a resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Gosto bastante dessa premissa realista do enredo, sem dizer que humor sarc√°stico sempre me agrada, mesmo que seja em autoajuda, que muitos viram a cara. Dica anotada, quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu quase baixei o e-book mas fiquei com medo de ser aquele tipo de livro auto ajuda que não ajuda ninguém rrs
    Foi ótimo saber sua opinião. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, esse livro tem um título inusitado. Estava mesmo curiosa para ver uma resenha dele. Acho que eu ia gostar dessa leitura, pois não ver as coisas pelo lado positivo é comigo mesmo, rsrs.

    ResponderExcluir
  13. Ol√°, tudo bem? √Č um livro que tenho curiosidade desde que soube do seu lan√ßamento. Ler de mente aberta √© fundamental, at√© porque nem tudo que se coloca em palavras √© regra. Sua resenha me deixou mais ansiosa ainda. Gostei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oii tudo bem ?
    Nunca li nenhum livro desse gênero mais fiquei interessada
    O q me chamou mais atenção foi o título gostei
    Irei adicionar ele na minha lista infinita de leitura.
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Ol√°!
    Estou bem curiosa com esse livro. Achei a proposta bem interessante e tenho certeza que nos leva a grandes reflex√Ķes sobre como levar a vida.
    Vou ler com certeza.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Não sou muito fã do gênero, mas este me interessei, fiquei curiosa mesmo! Adorei sua resenha e dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ola
    Conheci esse livro através de uma amiga, que pediu de presente em um grupo (qua mal tem né) e eu achei curioso o título e dei de presente pra ela.
    Livros de auto ajuda com algo a mais é sempre bom, tira um pouco o foco e deixa a leitura mais prazerosa.
    N√£o est√° na mnha lista de prioridades , mas pretendo ler sim.
    Bjus

    ResponderExcluir

Regras para os Coment√°rios:

- Seja educado e n√£o use palavras de baixo cal√£o;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os coment√°rios;