03/09/2017

[Resenha] Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara - Meg Medina


Boa Noite!! Primeira postagem de Setembro \o/ Nessa mês teremos varias novidades bem bacanas aqui no blog e algumas colunas que eu gosto bastante iram ter uma maior regularidade nas postagens 😍Mas vamos primeiro a resenha de hoje 😃 O livro que eu escolhi foi Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara da autora norte americana Meg Medina ❤ O tema principal do livro é Bullying e apesar de um tema bem delicado para trabalhar a autora nos entregou um enredo muito bom. Confira a resenha abaixo.
Dados do Livros
Titulo: Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara
Autor(a): Meg Medina
Quantidade de Páginas: 272
Editoria Intrínseca
ISBN-13: 9788580577150
Gênero: 
Literatura Estrangeira / Drama / Romance
Ano: 2015
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: Uma garota surge de repente no caminho da adolescente Piddy Sanchez para avisá-la de que Yaqui Delgado vai acabar com ela. Piddy acabou de mudar de escola e nem faz ideia de quem seja Yaqui, muito menos do que pode ter feito de tão errado para apanhar. Mas Yaqui sabe quem ela é, e a odeia.

Piddy Sanchez não tem descanso. Ser filha de uma imigrante cubana nos Estados Unidos e crescer sem pai já era bem difícil sem ter alguém a odiando. No ensino médio da nova escola, seu corpo atraente desperta tanto os olhares dos meninos quanto o da esquentada Yaqui, que começa atacando a novata com ameaças cruéis, mas demonstra ser capaz de muito mais que isso, tornando a vida de Piddy um verdadeiro inferno dominado pelo medo. Denunciar Yaqui não é uma opção. Fugir não adianta. O importante agora é sobreviver.

O romance explora a questão do bullying nas escolas e fala de violência doméstica, assuntos que vêm sendo cada vez mais discutidos atualmente, por afetar muitas crianças e adolescentes.

Resenha
Piddy Sanchez é filha única e uma ótima estudante que tem o sonho de ser cientista e trabalhar com elefantes. Clara, sua mãe, imigrante cubana, trabalha exaustivamente para sustentar as duas. Devido a um incidente no antigo prédio onde as duas moravam, que estava caindo aos pedaços literalmente, Clara decide que é a hora delas se mudarem e por causa disso Piddy tem que mudar de escola.

Em sua primeira semana de aula na nova escola uma garota simplesmente a aborda e fala "Yaqui Delgado quer quebrar a sua cara", sem saber quem era Yaqui, Piddy não entende como pode ter irritado alguém que nem conhece. Sem sua melhor amiga para ajuda-la, Mitzi, ou para desabafar Piddy vai aos poucos perdendo sua essência e lutando para sobreviver as agressões de Yaqui, fisicas e verbais, e denunciar os ataques que vem sofrendo acaba não sendo uma opção para ela.

A protagonista ao longo do enredo consegue conquistar o leitor, apesar de eu passar a leitura toda torcendo para ela simplesmente denuncia os ataques também entendi porque ela tinha receio de faze-lo. Os personagens secundários também tem destaque no enredo, uma das minhas favoritas foi Lila, melhor amiga da mãe de Piddy que é como uma tia divertida e protetora para ela.


Com uma escrita extremamente envolvente e tensa somos levados pela narração em primeira pessoa feita pela protagonista a todo o drama e sofrimento que ela vem passando, desde as mudanças no seu corpo a todas as agressões que ela sofre e isso cria um laço entre ela e nos leitores. A abordagem sobre o tema foi feita de uma maneira bem crua pela autora, principalmente por acompanhamos o bullying pelos olhos da vitima, além desse tema temos a violência domestica sendo abordada porém sem ser o principal foco e assim não sendo tão desenvolvido.

A parte física do livro esta bem legal, a capa é metalizada e as folhas amareladas do jeito que a maioria do leitores gostam *-* Não achei nenhum erro de revisão durante a leitura.

Então se você esta em busca de um livro que te prenda durante horas na leitura sem te cansar, além de ter um tema sério e muito bem trabalhado pela autora junto com personagens carismáticos Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara é uma ótima dica.
Onde Comprar: Amazon - Saraiva - Americanas - Submarino

9 comentários:

  1. Oi Jéssica que livro surpreendente menina, fiquei bem feliz de saber a sua opinião e parece ser um livro bem misterioso, quero ler e saber mais sobre essa garota que surgiu.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Morgana, ele é um livro incrível mesmo, espero que você possa lê-lo em breve.

      Excluir
  2. Jéssica!
    Os livros sobre bullying são sempre bons de serem lidos e trazem um assunto que deve mesmo ser debatido.
    Estou com você... temos de cortar o mal logo pela raiz, caso contrário, nos tornamos reféns da maldade alheia e não conseguimos mais controlar, sem contar que se não denunciamos logo, dá a impressão que somos submissos e aceitamos tudo sem contestar.
    Quero poder ler esse livro.
    Desejo um ótimo final de semana!!
    “A sabedoria consiste em ordenar bem a nossa própria alma.” (Platão)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudy, são mesmo *-* É sempre bom trazer o tema para discussão para podermos ver sob vários ângulos e quem sabe achar um jeito para lidar com a situação da melhor forma.

      Excluir
  3. oi, já tinha ouvido falar desse livro, mas não sabia do que se tratava. gostei de saber desse lado sério, de vermos o buling pelo ponto de vista da vítima. achei bem interessante pois parece que a mãe da personagem é bem envolvida na história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamara, o livro é bem legal por isso, sentimos tudo junto com a protagonista.

      Excluir
  4. Já li várias resenhas sobre esse livro e sempre as opiniões são semelhantes, e a sua não ficou atrás, e claro que adorei poder conferir a sua. Porém não é um livro que me vejo lendo por agora, mas futuramente sim, obrigada por compartilhar o que achou.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karina, fico feliz que tenha gostado de ler a resenha *-*

      Excluir
  5. Oiie!

    que livro interessante. Pelo que falou, ela tratou o bullying de maneira bem realista (o que é otimo), afinal muitas das pessoas que são vítimas demoram a denunciar até mesmo porque falta coragem ou vão sentir que tem pouco apoio.

    Fiquei curiosa e vou conferir depois!

    Beijos

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;