10/08/2016

{Resenha 209} O Vampiro Armand - Anne Rice

Bom Dia! Hoje temos a segunda resenha feita pela nossa nova colaboradora, Julia, e como eu já tinha adiantada ela vai trazer títulos que fujam do que eu mais apresento e para hoje ela escolheu o livro O Vampiro Armand da autora Anne Rice, sexto livro da série As Crônicas Vampirescas sendo que o primeiro livro da série que deu origem ao filme Entrevista com Vampiro.

 Dados do Livros
Titulo: O Vampiro Armand (As Crônicas Vampirescas #6)
Autor: Anne Rice
Quantidade de Páginas: 368
Editora Rocco
ISBN: 9788532510891
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia
Ano: 2009
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: Ele está de volta e fascina a todos que cruzam seu caminho. Eternamente jovem e belo, Armand conta, nestas crônicas, como se tornou uma criatura imortal. De sua infância na antiga Rússia aos primeiros anos como vampiro, na Itália renascentista, uma arrepiante história de sedução e morte.




Resenha:
Eis que um dia você nota que Lestat não é o primeiro vampiro mais belo e jovem que já existiu. Na verdade muito antes de sequer Lestat pisar sobre a terra das crônicas vampirescas Armand ou Amadeo, é trazido a frente por coincidências infelizes de um destino triste. Já vou logo avisando, esse é um livro no qual você muitas vezes poderá se perguntar se o destino nada mais é do que um anjo sádico. Se busca algo leve e gentil, com toda certeza eu lhe digo que não será esse livro.

Como sempre a história nasce em Marius que séculos antes do véu de verônica com o rosto de Jesus prensado em sangue surgir, acaba dando a Armand o poder e a vida eterna quando ele ainda era jovem demais pra sequer entender do que se tratava.

Depois de ter contato com o sangue de Lestat no livro anterior, o vampiro e antigo líder de Paris, vai acalmar as ideias e se depara com David Tabot. Irritado demais para pensar em algo que não seu próprio passado e sua visão das coisas, o vampiro de cabelos castanhos avermelhados resolve narrar tudo que viveu e viu ao longo de sua jornada.

Somos jogados em um passado onde na antiga região onde hoje está a Ucrânia, nos deparamos com um menino inocente e cheio de fé chamado Andrei(posteriormente será Armand). Entre o tempo como escravo e sua salvação pela mão de Marius, vemos ele transformar sua visão da sociedade e buscar pela verdade sobre sua infância que praticamente fora apagada de sua memória.

Um tempo junto a Marius e ele adquire o nome Amadeo. Um jovem que vê em seu mestre algo próximo a um Deus e naqueles com quem divide a casa irmãos e amigos. Ele irá transitar de uma criança inocente e cheia de amor a Deus, para um jovem idealista e guerreiro. Finalmente depois de ver uma das cenas mais dolorosas de sua vida ele vem a se tornar Armand, um homem ferido e líder de uma legião de vampiros extremistas onde Deus não tem vez, pelo medo que eles tem dele.

Caminhando de forma suave e até mesmo emocionalmente desequilibrada, devido as cicatrizes e dores do personagem, a narrativa chega ao momento em que a história dele, Louis e Lestat se cruzam. Algo que vai muito além do que é explicado em a “Entrevista com o Vampiro”, o lado emocional e idealista dele irá interagir com a vivacidade de Lestat e a dor de Loius, tudo devidamente orquestrado por Marius. Em dado ponto somos apresentados a uma dupla de humanos a quem Armand ama de forma incondicional, pois eles o salvaram da morte e eles o veem como um protetor.

O final do livro deixa a todos de boca aberta e na duvida se aquele tão belo e jovem vampiro realmente já não tem mais um coração batendo. A narrativa termina com Appasionata (Sonata nº 23) de Beethoven, o que pode parecer algo perfeitamente ajustado ao livro tão cheio de emoções, questionamentos e metáforas sobre as coisas que vemos ao nosso redor.

Esse com certeza é um livro emocional, mas não nega suas raízes mais profunda no misticismo e na história. Lembrando que todos os livros dessa saga trazem junto a si um questionamento sobre a sexualidade e os hábitos da época que narra, o que pode não ser o ideal para pessoas que buscam algo mais romântico ou gentil. O personagem do livro é completamente diferente daquele interpretado por Antonio Bandeiras na adaptação para cinema de Entrevista com o Vampiro. A única semelhança entre ambos os personagens(livro e filme) é o sorriso triste que carregam em seus lábios, mesmo quando tudo vai bem.

Resenha por:

19 comentários:

  1. Gostei bastante da sua resenha. Não conhecia sobre o livro e também não é um gênero que eu leia muito mas fiquei curiosa. Irei colocar na lista para próximas leituras.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu ainda não conhecia o livro e achei ele interessante, foge do que costumo ler. Não é algo que eu leria agora, justamente por estar procurando livros mais leves, mas é algo que eu quero ler futuramente.
    Vou indicar o livro para a colaboradora lá do blog, ela é fã de Anne Rice. Se ela ainda não leu esse livro, irá ler! hahaha
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Apenas vi o filme "Interview With the Vampire" e tomei a liberdade de olhar a resenha sobre o segundo livro da série. Tudo no mundo vampiresco me cativa imensamente e com certeza não é diferente com as obras de Anne Rice. Estou curiosíssima para ler a série toda e ver os mais variados filmes inspirados que já ouvi dizer ter. É incrível!

    beijos,
    www.nerd-absoluta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de um bom livro com narrações vampirescas e principalmente quando se trata da Europa, que mistura o mistério e requinte. Pelo que vi o livro tem um teor histórico e cultural por se tratar de uma região que seria hoje a Ucrânia! Parabéns por tua resenha, já fiz o pedido desse livro aqui.

    ResponderExcluir
  5. Oie, sabe que eu não sou a maior fã de livros de vampiros mas os da ane rice me deixam bem interessada e com esse não foi diferente. gostei de saber que não é um livro com romantismo e sim mais pesado, e que discute a sexualidade antigamente. espero ler

    ResponderExcluir
  6. Nossa amei sua resenha.
    Essa série parece ser tão boa, mas tenho tanta paura de série, pq tenhoa impressão que fico presa aum livro só. E depois pra resenhar sem fazer spoiler?
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Julia. Eu amei sua resenha, simplesmente emocionante e muito interessante. Nunca vi o filme e nenhum dos livros por isso fiquei meio sem entender muito a história, mas já vendo que você adorou o livro, eu já coloquei ele na minha lista de próximos para ler.
    Abraço! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, mas não o leria. Tenho um pequeno preconceito com vampiros kkkkkkk sempre acho muito parecida as histórias <|3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  9. Anne Rice é uma das autoras que quero muito conhecer! O contato que tenho com vampiros, na literatura, vem das obras mais recentes (Crepúsculo, Academia de Vampiros) e sabemos que esses últimos amenizaram demais a representação dessas criaturas. Quero ler o antes! A resenha ficou ótima, inclusive :3

    ResponderExcluir
  10. Julia, sou louca para ler os livros da Anne Rice porque amo a maneira que ela mostra os vampiros.
    Sua resenha me deixou mais curiosa para conhecer mais sobre esses personagens.
    Preciso conhecer a escrita dessa mulher.

    ResponderExcluir
  11. Anne Rice e minha queridinha mas ainda não cheguei nesse da série. Não vejo a hora de ter toda a coleção em meu acervo... esses sim, são vampiros que eu acho maravilhosos, diferente de crepúsculo, tvd, adv e afins...
    Bjs...

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Claro que já ouvi falar do livro e da autora, não sou fã de livros com vampiro. Mas a escrita dela chama muito atenção então vou por na listinha.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  13. Sempre tive vontade de conhecer a obra que originou o filme, no qual gosto bastante, e saber que a obra não se parece tanto com o filme é me deixou mais curiosa em conhecer a história, apesar de nunca ter lido nada de Anne Rice. Adorei a dica é saber mais sobre.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Oi!!
    Eu tenho tanta vontade de ler os livros de Anne Rice, mas nunca li nenhum e eu amo vampiros. É primeira resenha que leio dessa série e vou dizer, me convenceu a colocar os livros na cabeceira da cama para ir lendo aos poucos.
    Gosto de livros que surpreendem no final, vou começar a leitura dessa série com certeza.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Oiii, como vai/
    Menina eu tenho tanta vontade em ler algum livro da Anne, que sempre quando vejo surto aqui AHUAHAUAHAU e esse não seria diferente, sou completamente apaixonada e preciso dizer que o quero na minha estante e lista de leitura, sua resenha está um arraso, dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Olá Julia, perfeita resenha, fiquei imaginando como é a narrativa desse livro, se tratando de Anne Rice é uma autora que preciso ler. Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oie
    eu não curto o gênero mas parabéns pela resenha , está muito legal e parece ser uma leitura perfeita para amantes de vampiros

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá! Nem sabia que o filme foi baseado em livro. Gostei da resenha, adoro vampiros mas no sentido de misticismo mesmo.
    Bjs

    Blog Coisas da Juu Participe do Top Comentarista: você escolhe o livro

    ResponderExcluir
  19. Ola Boa Noite Meu Nome é Saulo Adorei sua Resenha á Respeito Do Livro O Vampiro Armand

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;