29/06/2015

[Resenha #134] Minha Querida Aline - Marcelo Vinicius


Bom Dia!!! Hoje temos mais uma resenha das minhas leituras da Maratona Arrasta Pé Literário, em breve teremos as outras resenhas aqui no blog <3 Minha Querida Aline é o livro de estreia do autor parceiro do blog Marcelo Vinicius.

Antes da resenha eu queria convida-los a participar do sorteio que estar acontecendo no blog do livro A Garota que Tinha Medo, a unica entrada obrigatória é fornecer um Email de contato <3 Caso queira participar clique aqui.

Minha Querida AlineTitulo: Minha Querida Aline
Autor: Marcelo Vinicius
Quantidade de Páginas: 114
Editora: Multifoco
Gênero: Literatura Nacional / Romance
Ano de Lançamento: 2015
Preço: R$34,00 - compre aqui
ISBN: 9788584732548
Skoob: Clique Aqui 
Sinopse: Mais que uma história de amor, esta obra traz a trajetória de um jovem apaixonado, porém devastado, narrando suas aflições amorosas ao próprio leitor. Ele conta sobre um amor não correspondido, intenso e tempestuoso. Desde o início, ele soube que sua amada Aline não poderia ser sua, pois ela não gostava de garotos.

Mas o tempo é um martírio para as almas envoltas pela paixão. Com o convívio diário, o jovem se apaixonava cada vez mais por ela. Passeios na universidade, longas conversas, reflexões, confissões foram momentos que contribuíram para fazer com que se esquecesse do mundo e só visse importância em Aline.

Ele não consegue esquecê-la e se culpa por isso. Por vezes, depois de tomar atitudes que beiravam a loucura para tentar conquistá-la, justificando-as com a teoria do amor puro (visão particular desse jovem em relação à citação de Nietzsche “aquilo que se faz por amor está acima do bem e do mal”), sabia que nunca poderia tê-la, mas, ao contrário de outros livros, aqui, esse amor não o fortalece, e sim, o destrói. Assim, encontramos a contradição de uma alma, que vai da extrema contração do ódio à redenção pelo amor.


Resenha
No livro somos levado pelo narrador um jovem universitários que conhece uma garota chamada Aline e imediatamente já se vê se apaixonando por ela, mas ela nunca poderia ser mais que uma boa amiga pois era homossexual e já tinha uma namorada.

Mas isso não desmotiva ele e só aumenta sua vontade de faze-la notar que ele é o melhor para ela, criando planos mirabolantes e raciocínios para provar que o amor puro deve prevalecer acima de qualquer outra coisa e se o amor que ele sentia era puro ele deveria fazer qualquer coisa por ele.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo protagonista e de uma forma que ele esta diretamente contado sua historia para o leitor, podemos sentir suas aflições e entender suas motivações ao logo de toda a historia. O autor conseguiu escrever de uma forma super fluida e com apenas 114 páginas em muito pouco tempo nos vemos no final do livro.

O livro nos trás também diversas citações e adaptações de obras famosas que ajudam o narrador a provar suas teorias e deixa sem duvida o livro muito mais rico.

Porem apesar de tudo isso eu não consegui sentir nenhuma empatia pelo protagonista e acabei não concordando com seu raciocínio o que me fez não curtir muito o livro. Mas fora isso o autor conseguiu trabalhar alguns temas bem legais na poucas paginas do livro, como a homofobia, o que sem duvida faz ele valer a pena ser lido.

A diagramação esta simples, com folhas amareladas e letra em um tamanho um pouco maior que o padrão o que sem duvida ajuda a lê-lo ainda mais rápido, a capa fico bem legal também e eu gostei de saber que foi o próprio autor que também é fotografo que tirou essa foto. Resumindo o livro esta com uma boa diagramação e a revisão esta ótima também.

Nota:
(Bom)

24 comentários:

  1. Oi Jéssica!
    A trama do livro não me cativou muito, mas achei legal o fato do autor trazer citações de outros escritores para corroborar o seu ponto de vista. Também acho que esse recurso enriquece o livro! :)

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, realmente enriquece o texto =)

      Excluir
  2. Jéssica, tinha gostando tanto da capa, mas comecei a ler a sua resenha e brochei total! Como assim um cara querendo mudar a sexualidade de uma moça bem resolvida e namorando? Eu, com certeza, ia achar prepotência do personagem e a leitura não seria legal, pelo o que eu entendi foi nisso que você não se identificou também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa ta bem legal mesmo, mas o enredo não ajuda muito =/

      Excluir
  3. Puxa! Mesmo não curtindo o livro você deu 3 estrelas, então imagino que ele deve ter uma história bacaninha. A premissa parece ser cansativa, sem muitas possibilidades, mas considerando a nota, deve ter sido uma leitura ao menos agradável.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dei três estrelas porque o livro teve uma ideia até que legal de mostrar como um jovem lida com o amor impossível, uma escrita leve do autor, mas o protagonista não me cativou =/

      Excluir
  4. Oiii
    O livro não me chamou a atenção, pelo simples fato da menina ser homossexual e ele tentando mostrar que é o "melhor" para ela, isso não me convenceu. Mas espero que o livro agrade quem for lê-lo.

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, também espero que quem leia goste mais dele do que eu =/

      Excluir
  5. Oi Jess, tudo bem?

    Não me interessei pela leitura, principalmente porque achei o rapaz bem obsessivo e a trama não me chamou a atenção. A capa é linda, mas não pretendo ler. Em suma, parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  6. Olá flor... já tinha lido uma resenha desse livro e não me interessei, achei a história fraca e pouco desenvolvida... a quantidade de páginas exclui detalhes e eu sou bem ligada neles, esse lance de se apaixonar rapidamente também não rola pra mim. É uma pena porque pelo enredo apresentado na resenha o autor conseguiria desenvolver uma ótima história... xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana, talvez se tivesse mais pagina desse para desenvolver melhor o protagonista e deixa-lo mais "amável" e melhoraria mesmo a leitura =)

      Excluir
  7. Não curti a capa, e não gostei da premissa também. Esse protagonista tem sérios problemas de cabeça, eu também não ia conseguir concordar com o raciocínio dele e isso dificultaria muito minha leitura. Portanto, prefiro nem tentar ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sérios mesmo e isso porque ainda tem algumas loucuras que el faz que eu não coloquei na resenha.

      Excluir
  8. Oi Jéssica, tudo bem?
    O enredo não é original, e pelo visto essa protagonista não é convincente, só por aí não escolheria fazer essa leitura, preciso de conexão com os personagens e sentir firmeza nos argumentos.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty, se conectar com os personagens é essencial mesmo...

      Excluir
  9. Jess lindona confesso que a premissa do livro não me chamou atenção, e ao ler sua resenha confirmei a impressão. Dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se esse não é o tipo de livro que você gosta realmente não te indico ariscar...

      Excluir
  10. Você quis dizer empatia? Porque pelo que entendi vc não se conectou ao protagonista e não entendeu seu dilema durante o livro.
    Enfim, eu não tinha gostado da capa e da sinopse e não acho que vá gostar do conteúdo também.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giulia, sim era empatia, já arrumei na resenha, obrigado por avisar =)

      Excluir
  11. Gente, me desculpe mas pelo o que vejo da resenha e dos comentários feitos, acredito que a proposta da obra não foi entendida. Trata-se de um romance psicológico, em que se exige uma leitura cuidadosa para entender o que está nas entrelinhas, acredito que seria interessante a descrição de mais detalhes sobre as narrativas e desfechos da história na resenha, para que o leitor não tenha uma visão superficial da obra. É um diário confessionário em que o personagem resolve descrever o amor que sente pela garota do livro, em que ele já era apaixonado. Vemos a história pela visão de mundo de um personagem contraditório, triste e amargo, e essa contradição é feita propositalmente pelo autor, a intenção não é criar um protagonista mocinho com o qual estamos acostumados a nos identificar. O romance nos permite invadir a mente do narrador que se desnuda emocionalmente em suas páginas, sempre imaginando escrever para alguém. O autor desnuda a mente de um sujeito inteligente para mostrar todos os seus tormentos, fazendo com que não haja compaixão por seu personagem, e as atitudes por ele tomadas sofrerão consequências drásticas não reversíveis. Em suas narrativas, o protagonista tenta convencer o leitor através de justificativas fundamentadas sobre o amor puro que sente por Aline, que este amor está acima do bem e do mal mas, na verdade, ele está sendo homofóbico mas não se reconhece como tal. Além da homofobia, o livro também retrata outras críticas sociais nas narrativas do personagem. Desta forma, o romance envolve o preconceito, a angústia e as crises existenciais do ser humano, que muitos de nós passamos, mesmo alguns com mais ou menos intensidade. E não esquecendo, o amor, é o principal motivo em “Minha Querida Aline”, que move a trama, move o personagem e move suas tentativas de formulações filosóficas sobre o mundo e os homens, na verdade, o amor está em suas diferentes formas na história, cabe-nos enxergá-lo. É a compreensão de que o outro também possui a liberdade, a capacidade, e a vontade de amar a quem quiser. Enfim, acredito que o autor consegue descrever a paixão exagerada do protagonista-narrador pela sua amiga Aline, envolvendo o leitor do início ao fim, despertando-nos vários sentimentos, permitindo-nos uma reflexão sobre nós, sobre nossas atitudes perante as pessoas com relação aos temas como preconceito, alienação, valores humanos e amor, muito amor. Parabéns ao autor!
    Contudo, essa é a minha opinião sobre a obra, deixando claro que entendo a visão da blogueira de não ter se identificado com a obra, mas acredito que seja democrático cada um colocar sua opinião, além de ser normal e saudável. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá May, eu entendi a ideia do autor da mesma forma que você, mas não conseguiu curti nem a construção do personagem e nem o desenvolvimento da historia, porem como a própria nota que dei na resenha eu avali que ele tem uma boa escrita e teve uma boa ideia assim não foi um livro de todo ruim, porem eu não posso dizer que amei ou que não entendi. Bom mais como você disse essa é a sua opinião da sua leitura e a que você leu é a minha =) Assim deu para perceber que algumas pessoa como você poderão gostar muito mais do que eu da leitura.

      Excluir
  12. Visual novo aqui *o*
    Não curti a proposta do livro.. o negócio não é se a menina era homossexual ou não, é que ela tinha um relacionamento e ele não aceitou isso. Sei lá, não gostei. e pelo visto você também não gostou muito do protagonista rs

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pequena mudada para melhorar os ares por aqui *-* não curti muito, mas não foi uma leitura de todo ruim =)

      Excluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;