02/02/2015

[Resenha #102] O Príncipe Sombrio


Olá pessoal mais que lindooo!!! Como estão??? Eu estou muito animada com fevereiro! Eis um mês bom, com feriado, onde minha mãe faz aniversário! Haha, deixando de lado esse assunto, vamos falar sobre livros? Sim,sim! Bora comentar sobre Príncipe Sombrio?

Título: Príncipe Sombrio
Autor: Christine Feehan
Quantidade de Páginas: 486
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Romance Sobrenatural
Ano de Lançamento: 2011 (Mas a Edição que li e que tenho é a de 2014)
Preço: R$21,25 até R$44,90
ISBN: 8579302846
Skoob: aqui
Sinopse:Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano - construir um futuro juntos?

Resenha
Raven é uma jovem com um dom único e diferente: pode ouvir os pensamentos de qualquer pessoa. E se tocar em alguém pode sentir a fundo sua essência. O que era para ser um dom se torna uma maldição. (Sim, está parecendo uma fala do x-men, sei que soou meio clichê) Sua família tem medo dela e as únicas pessoas com quem convive a usa para caçar criminosos. Imagina ser jogado de mente em mente dos piores criminosos. Depois de uma dessas caçadas ela decide que é hora de um descanso. Sua mente não suportaria nenhum contato. Para isso ela escolhe as Montanhas Cárpatos esperando encontrar um lugar tranquilo para se reconstruir. O que eu penso disso. Corta pra mim! Chega bem junto, vem cá, só tenho uma coisa a dizer:sabe de nada inocente! Ali, naquele lugar fantástico e lindo ela encontra alguém que vai sua salvação e sua ruína!

"Não liberte o humano.
Como se eu estivesse planejando sair correndo para fazer uma coisa muito idiota, ela respondeu com tanto sarcasmo quanto pôde.
Raven tinha problemas suficientes sem que Mikhail a tratasse como se fosse burra.
Não se preocupe,estou pensando em amordaça-lo, e a você também se continuar."

Mikhail (olha faltou bem pouquinho para ele ser meu marido literário numero 7, mas dessa série ainda prefiro o Gregori) é o príncipe dos Cárpatos, uma macho que vive isolado dos outros e que carrega nos ombros o peso de proteger a raça e impedir sua extinção. Volta um pouco a fita, não expliquei o que são Cárpatos? Que cabeça a minha! Um Cárpato é como um humano desenvolvido. Mais ou menos isso. Vivem muito, mais muito tempo mesmo. Não podem sair ao sol. Nasceram da Terra e dela tiram sua cura, forças. Precisam de sangue para sobrevive. Se transformam no que quiserem, comunicam com ursos. São telepatas. Os homens são como um soldado feito para matar. Não sentem nada. O mundo deles é cinza, literalmente. A única maneira de sentir algo é na guerra, na morte. Muitos se tornam os vampiros das nossas lendas por essa causa. Não se alimentam de humanos para sustento, mas por prazer, matam para sua própria diversão. É uma linha tênue que os separam desse fim. A outra maneira é as suas companheiras. Cada um tem uma que lhe foi traçada pelo 'destino',no livro a autora as apresenta como luz que vai dissipar as sombras e acalmar as bestas que moram neles. Quando a solidão se torna angustiante, passa muito tempo sem encontrar sua outra metade, quando a linha está se apagando, a outra maneira que encontram é sair ao sol, se matar. E é exatamente isso que Mikhail está prestes a fazer no início do livro,mas é interrompido por Raven que invade sua mente e tenta amenizar sua dor. "Mas tia Gigele, você contou o livro todo!" Nananinanão! Isso tudo (que foi muito) está na primeira aba do livro.  Eu só simplifiquei. Nosso mocinho sendo príncipe dessa raça tenta a todo custo encontrar respostas para a extinção que os ameaça. Deixe-me explicar, as mulheres foram quase todas mortas e não nascem meninas, só homens. E muitos machos ou se matam ou se entregam a escuridão eterna. Fácil não,né?!

"Ele não tentaria dormir quando amanhecesse - pelo menos não o sono reparador de renovação; buscaria o descanso eterno, e esperava que Deus tivesse misericórdia dele."

Sinceramente?Podem me taxar de louca,mas o livro me lembrou e muito a Irmandade da Adaga Negra. Mas o que autora foi feliz em desenvolver no IAN a Christine deixou um pouco a desejar. Deixe-me explicar. O livro tem 480 páginas. Daí você pensa,deve ter mais do que romance aí né? E tem. Só que a ação, aventura, o sobrenatural realmente deixou a desejar. Parece que ela foi jogando os fatos um em cima do outro. Seria a mesma coisa de uma cidade ter um tsunami, furacão e terremoto tudo junto, sem nenhuma ligação, só por ter. Não fica um pouco estranho? Foi isso que senti. Ela foi feliz sim nessa nova raça, em criar algo diferente para os vampiros. Dá para perceber que foi algo bem pensado.

Os mocinhos. Bem, Mikhail é do tipo que quando quer algo consegue. Ora, ele manda em um monte de gente! Ele realmente é o típico macho todo poderoso (reparem que só uso essa palavra para falar dos homens dali? Ora,a autora mesmo os chama assim! Só estou me aproveitando da situação rsrsrs), do tipo vou te colocar trancada aqui, para sua proteção, não me desafie, você não pode se arriscar... O que é bem típico da raça, o pior deles é o Gregori que se ficasse um semana em minhas mãos iria enlouquecer. E Raven. Acho que foi proposital para equilibrar... Sabe um homem todo poderoso e uma mulher toda frágil?! Apesar de todos falarem que ela era forte e tal, não percebi isso! Qualquer motivo é um 'eu vou embora, não dá para ficar com você...' Convenhamos, ela conhece o mostro que há no Mikhail e vê bondade nesse meio, passa umas páginas deixa-se ter a mente distorcida para vê-lo como cruel e ter medo.Hein? Bem nesse estilo mesmo.Ela não me convenceu. Tentou parecer durona,mas não foi! Os outros personagens me agradaram mais do que ela. Jacques nosso comediante, Gregori o mau humorado... A única coisa que gostei nela foi o simples fato de não aceitar ordem de nenhum macho Cárpato. Ela desafia qualquer um. O que é bom para colocar um pouco de ordem no lugar.Mas é só....

" - Você deve deixa-lo completamente louco. Aquela coisa do maioral foi ótima. Eu seria capaz de apostar que foi a primeira vez que alguém o chamou daquilo.
-É bom para ele. Se mais gente desse trabalho para Mikhail, ele seria mais...
Raven hesitou, procurando a palavra certa, e riu levemente.
-Ele seria mais... Maleável.
-Maleável. É uma descrição que com certeza nunca vamos usar na mesma frase que Mikhail. Nenhum de nós nunca o viu tão feliz como agora. Obrigado. - Jacques disse gentilmente, com um pouco do charme do Velho Mundo de Mikhail."

Falei sobre o sobrenatural, mocinhos, agora a parte romântica. Foi razoável sabe. Não muito meloso nem erótico vulgar cof cof tipo 50 tons cof cof. Foi bem dosado e colocado. Do tipo que me fez suspirar imaginando se tivesse um macho desses! Que isso fique em off! Nada de divulgar por aí! Para os românticos vai estar perfeito essa parte. Ainda mais com a parte do 'só uma companheira pode salva-los e trazer luz, cor para suas vidas, faze-los sentir e coisa e tal...'

"Você é sivamet do meu coração. Eu amo você,pequenina. Essas são as palavras tanto do seu povo quanto do meu, e elas vêm do meu coração."

Realmente falando, eu até que recomendo o livro. Se ela tivesse escrito algo menor, não enrolado tanto na obra seria perfeito. Ainda tenho esperanças para a série. Até porque o próximo que é Desejo Sombrio é menor, preferido da autora, fala do Jacques estando completamente diferente e ela queria ter colocado o nome de loucura.De loucura eu entendo!Então estou super curiosa para ler. Espero não me decepcionar. Mas em todo caso, lerei, já que comprei mesmo...rs E vocês, leram algum livro dessa escritora? Vão ler algum da série? *Ah, um lembrete esse é o primeiro. *

Nota
(Bom)

*para não acontecer confusões, texto publicado também por mim no Blog Amo Romances!*

24 comentários:

  1. Primeiro, dizer que ri em muitas partes dessa resenha. Sério, você escreve de um jeito tão legal, haha x) Adorei, guria! (morri na parte da fala do X-Men jijdsaijdasijisajda)
    Eu gostei muito dessa descrição dos Cárpatos, realmente, parece ser muito legal mesmo!
    Sinceramente, vou te dizer: se eu visse esse livro eu não compraria pela capa T___T Sem querer julgar pela capa, mas já julgando, rs; parece livro com pegada mais erótica ç_ç (e eu n gosto no gênero)
    Mas, enfim, gostei da tua resenha, me interessei e vou add no skoob pra eu não esquecer do livro. Não sou muito fã de romance, mas, apesar disso estou curiosa.
    Kissus
    www.penseicliquei.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Não conheço A Irmandade da Adaga Negra então não posso dizer se parece ou não. Não tenho muito interesse por livros nesse estilo e caramba seria o seu 7º marido literário hahaha Enfim, acho que dispenso o livro por não fazer meu estilo e por ter certas coisas dentro da trama que não me agradam muito, mas achei sua resenha bem divertida, principalmente no penúltimo parágrafo haha

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem?
    Eu já estava começando a apostar todas as minhas fichas nesse livro (ou até mesmo na série) mas ai você disse que nem tudo é bem desenvolvido, que a autora pecou em algumas coisas e eu realmente broxei :( É uma pena quando nossas expectativas não são atingidas, mas talvez no próximo as coisas melhorem..

    Mil beijos :*
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Gisele! Tudo bem?
    Achei a sua resenha bastante divertida rs
    Eu me interessei por esse livro, apesar das enrolações durante a leitura que você falou, eu acho que seria um tipo de livro que eu gostaria de ler. Amo livros de fantasia românticos e achei legal isso de eles serem meio que vampiros, mas um pouco diferente dos vampiros que conhecemos.
    Estou considerando ler ele em breve :)
    Parabéns pela resenha. Foi divertido ler :D

    Luz e literatura sempre!
    Beijos

    https://cantaremverso.wordpress.com/2015/02/02/resenha-clube-da-luta/

    ResponderExcluir
  5. Aah, falam tanto desse a irmandade da adaga negra, que uma hora vou ter q ler! -.- Mas em compensação, nao curti muito esse livro não... O inicio me pareceu interessante, ela com o poder, uma raça complexa, mas ai... Personagens fracos me irritam! E gente, chega de mocinha fragil pra personagem principal, né? A mulher tem poder, a mulher trabalhava com criminosos, uma certa fragilidade até que é ok, pq todo humano tem, mas nao faz nem sentido ela ser toda fragil, mesmo que seja teimosa ahhaha! Nao gostei por enquanto, vou esperar a resenha do segundo, vai que me animo depois dele =]

    ResponderExcluir
  6. Oi Gisele, inicialmente o livro chamou minha atenção, achei a nova raça super interessante, mas não gosto quando a autora acaba correndo com alguns pontos do livro para segurar o romance, não curto isso.
    Beijos
    Porão da Liesel
    Fan page

    ResponderExcluir
  7. Oi Gi, tudo bem???
    Não tenho muito interesse de ler os livros dessa série... desde as primeiras resenhas que li o enredo não me agradou por mais tenha um que de vampiro nela, porém devo ressaltar que a história parece boa... que a pessoa pode ler com tranquilidade e não parece ser de difícil entendimento... sua resenha foi bem animada e você soube dosar todas as coisas necessárias para informação do leitor... xero!!!

    ResponderExcluir
  8. Moça, adorei sua resenha!
    RI horrores de suas pequenas observações :D
    Confesso que fiquei bastante curiosa e interessada, por mais que você tenha dito que a autora deu uma enroladinha, e foi jogando alguns fatos na história rsrs
    Você comparou com IAN, eu só li o primeiro e gostei! Então eu acho que vou gostar hehe

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi!!!
    Caramba! Adorei essa resenha e o livro também!
    Só tenho uma coisa a dizer depois de ler sua resenha, vou correndo compra-lo!
    Preciso dessa leitura! Parece sensacional!!!

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, meu Mundo.

    ResponderExcluir
  10. OOoi,

    Eu não li nada da autora ainda, mas gostei bastante da sua resenha sobre a obra. Há varios elementos que se bem trabalhados há um ótimo livro.
    Eu adoraria essa parte do romance hahahaha gosto disso *-*
    Mas não leria agora porque é série :( estou fugindo.

    Parabéns pela resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Gi, tudo bem?

    Eu tenho os livros da Irmandade da Adaga Negra e me parece um pouco, mas eu prefiro meus vampiros de IAN. A ação na série é maravilhosa, o enredo é ótimo. Essa série do Cárpatos eu não me interesso muito não, principalmente em saber que a ação,aventura não foi bem desenvolvida.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Gi, tudo bem?
    Estou rindo sozinha aqui dos seus comentários. Sua resenha ficou muito divertida, super descontraída. Achei o enredo criativo, gostei do poder escolhido para ela, pois é algo ruim e bom ao mesmo tempo. Uma verdadeira maldição, eu não gostaria de ter esse dom. Apesar dos problemas que a obra apresenta, eu tenho vontade de ler. Vou dar uma chance, mas não leria agora.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Eu gosto de sobrenatural, mas esse enredo nunca chamou minha atenção justamente por ler muitas comparações com IAN, nada inovador, totalmente sem graça. E pelo visto, fiz bem em não insistir na leitura, gosto de enredos bem desenvolvido, estruturados e diretos.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Gisele, minha curiosidade com essa série já existe a algum tempo, e veio junto com IAN. Só que essa se sobressai. Fiquei triste pela parte sobrenatural ser jogada no leitor pois era o que mais me interessava. achei a mitologia fantástica e com muitas possibilidades.
    Continuo querendo ler, mas agora irei com uma ressalva maior, para não me decepcionar.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá Gisa, tudo bom?
    Curti muito a sua resenha, tenho uma grande curiosidade com a série, mas nunca parei para lê-la.
    Abraços, Mr. Souza // { Small Scribble }

    ResponderExcluir
  16. Oi Gih, tudo bem? Ri bastante com a sua resenha, mas, apesar de ter achado algumas partes interessantes, principalmente a mitologia dos Cárpatos, não me animei muito a ler. Pelo que parece a protagonista é meio chatinha e realmente parece que a autora enrola um pouco e algumas coisas ela não desenvolve. Mas nossa, o Mikhail parece ser gostoso!! rsrs.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  17. Oi Gih,

    Foi foi óteeema nesta resenha, hahahaha. Achei a coisa toda um tanto intensa, ou será que não? Coitada da Raven que tem um dom que acaba virando uma maldição e sendo obrigada a fazer coisas nada interessantes e estes "machos" devem ser interessantes, mas homem tipo homem das cavernas, gosto não.
    Uma pena ter temas tão bacanas sendo jogados, tipo apenas para constar e se você teve a impressão dessa série ser parecida com a Irmandade da Adaga Negra, acho que no fundo a autora deve ter se inspirado nela, mas sem o "glamour" da irmandade.
    Seguirei seu conselho, se fosse uma obra com menos páginas e se a autora não enrolasse tanto talvez em investisse na leitura, mas não o farei. hahaha.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Nossa, você descreveu, praticamente, a série do Beijo da meia-noite. Vampiros que tem uma humana feita para eles, onde eles se alimentam, mas se eles se alimentarem demais podem ficar loucos. Mais ou menos isso. Gosto desse temática, por isso esse livro sempre está na minha lista de compra, ainda não deu certo, mas pretenso ler.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  19. Acredite, nunca li nada da autora. Eu tenho os dois primeiros dos Carpatos aqui, mas ainda não consegui ler, vale a pena?

    ResponderExcluir
  20. Oi Gisele, tudo bem?

    Nossa, que capa é essa?! huahuahuahuahua Já gostei do livro só por ele se tratar de vampiros! Achei a premissa interessante. É uma pena quando o autor acaba se enrolando lá pelo meio do livro. As vezes a gente reclama de um livro curtinho, mas é melhor ser pequeno que dar voltas, né? Quem sabe eu não leio mais para frente?

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  21. Ah, fiquei com preguiça, confesso... não gostei deles matarem humanos só por prazer, pra sua diversão... além disso, o fato de serem parecidos com vampiros sem ser vampiros não me agradou, apesar de ter gostado muito da questão deles serem telepatas. Na verdade, vampiros não costumam me agradar de jeito nenhum, só curto o Edward e família. Não gostei da enrolação, e já me disseram que essa série é gigantesca, então não leria.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom?
    Concordo com você sobre ela ter tido uma boa criatividade para compor esses vampiros :S o ruim voi ela ter ficado enrolando demais, acho que ela não queria que o livro ficasse fino demais :/ que triste isso.
    Não sei se leria :/ mas que bom que você vai dar chance para o segundo o/
    Bjs
    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá!!!
    Então, confesso que não leria esse livro, não me interessei muito pela trama.
    Ainda mais com essa enrolação toda, e eu com certeza me irritaria com a protagonista, paciência zero com protagonistas bobas haha
    Espero que o segundo seja melhor!
    Beijokas

    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  24. Oi tia Gigele hahahha.

    Gente quanta coisa só num livro só, imagino que essa serie seja uma que eu estou louca pra ler, mas não recordo o nome e que tem 16 livros (louca, eu? É por aí a quantidade de livros) Bom eu não me senti muito animada com a historia não, to querendo fugir doa romances, mas não sei se vai dar certo, vou esperar resenha do próximo livro, e ter certeza se vou investir na série.

    Mayla

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;