21/08/2014

[Resenha#58] As Vantagens de Ser Invisível

Bom Dia, hoje temos a sétima resenha do mês \o/ estou quase conseguindo chegar a decima <3 O livro escolhido foi sem duvida uma ótima leitura, mas também um pouco diferente do meu habitual, mas vamos logo a resenha, neh?

Titulo: As Vantagens de Ser Invisível 
Autor: Stephen Chbosky
Quantidade de Páginas: 224
Editora: Rocco
Sinopse: Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, As vantagens de ser invisível – que foi adaptado para os cinemas com Emma Watson, a Hermione de Harry Potter, e Logan Lerman, de Percy Jackson, no elenco – acaba de ganhar nova reimpressão pela Rocco. Livro de estreia do roteirista Stephen Chbosky, o romance, que vendeu mais de 700 mil exemplares nos EUA desde o lançamento, está de volta ao topo do ranking do The New York Times impulsionado pela adaptação para a telona.

Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.

As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.

Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

Resenha
Charlie é um adolescente que acaba de entrar no Ensino Médio, ele é tímido e ansioso e isso o impede de se comunicar plenamente com as pessoas por isso ele acaba não tem amigos, o seu melhor amigo se suicidou o deixando solitário. Ele vive observando as pessoas sem entrar propriamente na sua vida.

"Então, esta é a minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim." (Página 12)

Mas tudo muda quando ele conhece Sam e Patrick que o leva para um novo mundo, a festas, drogas e a seu auto conhecimento. E junto com esses seus dois novos amigos ele começa a mudar e a perceber que antes ele não vivi apenas observava a vida dos outros.

"- Bom , acho que Michael era um cara legal e não entendi por que ele fez aquilo. Apesar de me sentir triste, acho que o que realmente me aborrece é não entender o que aconteceu." (Página 14)

Charlie teve muitas percas na sua vida, sua tia Helen e seu Melhor Amigo Michael, que abalaram sua vida e com a ajuda de seus novos amigos Sam e Patrick ele vai superando tudo aos poucos e se envolvendo mais na sua própria vida. Também somos envolvidos em alguns dos seus problemas familiares oque nos mostram porque ele tem algumas dificuldades.

"Não acho que alguém fosse o favorito na minha família. Nós somos três e eu sou o mais novo. Meu irmão é o mais velho. Ele é um jogador de futebol muito bom e adora seu carro. Minha irmã é muito bonita e má com os garotos, e é a filha do meio. Eu tiro nota máxima direto agora, como minha irmã, e é por isso que eles me deixaram em paz." (Página 15)

Bom eu achei o protagonista meio lesado ou melhor lento, para um garoto da sua idade ele não entendia o mundo a sua volta e só com o decorrer do tempo ele foi mudando, mas isso não me impediu de gostar delee rir de algumas situações que ele se colocava.

"Minha tia Helen era a pessoa de quem eu mais gostava no mundo. Ela era irmã da minha mãe." (Página 15)

Eu tive uma pequena dificuldade para ler no começo por o livro ser composto de cartas e isso também nos deixa com apenas uma visão da historia que pode ter sido alterada pelo próprio Charlie que escreve para um amigo não especificado e deixa claro que não quer ser reconhecido por ele.

"Charlie, a gente aceita o amor que acha que merece." (Página 35)

O final é triste, até mais que o filme, mas mesmo assim eu gostei, queria ter podido ver mais sobre a historia do protagonista pois ele deixou alguns pontos cegos neles entre suas cartas.


Nota:
(Muito Bom)

12 comentários:

  1. Oi, Jéssica!
    Eu amo esse livro. Eu vi o filme primeiro e fiquei impressionado com a beleza daquele história. Mais recentemente li o livro e achei tão bom quando o filme - nem menos, nem mais. As mensagens e os temas que o livro traz - alguns polêmicos, outros leves e simples, como a descoberta própria do amor - o tornam uma obra única, um dos melhores livros juvenis contemporâneos que eu já li.
    ´Parabéns pela resenha, ficou incrível!

    Abraços.,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. ola Jéssica tudo bem?
    Menina ainda falta dez dias para terminar o mês, até lá você já resenhou mais ou menos uns quinze livros rs.Parabéns!
    Sempre que via esse livro nunca tive vontade de ler e ainda não tenho. Sei lá, a história não me chama a atenção, não fico curiosa com vontade de ler.Acho que estou na época que foge de um livro sobre adolescente e escola!kkkkk tomara que seja transitório kkkkkkk.
    Gostei da sua resenha é uma pena mesmo eu não ter interessado no livro :(

    beijão linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que 15 é muitas, mas 10 eu consigo sim <3
      Pode ser a época mesmo, quem sabe daqui a um tempo você não quera ler esse tipo de drama adolescente =)

      Excluir
  3. OOOOOOOOOOOOOOI, JÉEEEEEESS <3 Que sauuudade de vocêeeee e daqui! E aí, tuuuuudo bem? *--* Huum, esse livro não me interessou desde o início, hahaha :3 Mas vamos ver se sua resenha muda minhas ideias? Hahahahah! Gostei do fato de o livro ser meio que contado em forma de correspondências, e também porque envolve os sentimentos de um garoto que ainda está aprendendo a viver, e tals... Hahahaha! Noooooossa, que trágico o amigo dele ter morrido! :o Imagina se issi acontecesse comigo? Auhauahauahaus! Personagem lesado? Uau, hahahah! Mas eu até que entendo ele, pois como você mesma disse, ele sofreu muitas perdas :3 Haha! FINAL TRISTE? Oooooomg, fiquei curiooooosa! *--* Adooooorei sua resenha, Jéss <3

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOS <3

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que ele ficou meio lerdo por causo dos vários acontecimento... O livro é ótimo acho que você vai adorar lê-lo =)

      Excluir
  4. Ai meu Deus Ai meu Deus. As Vantagens de Ser Invisivel, eu amo o livro e o filme é o meu favorito.
    Eu super me identifiquei com o Charlie por todas as coisas que ela passou e o jeito dele. Pode parecer que ele é muito lento, mas isso é reflexo das coisas que ele passou. Algumas coisas que acontecem com a gente com as pessoas proximas a nos, nos atinge de tal forma que é dificil superar. É bem dificil se encaixar no mundo depois de se isolar. Eu achei a história do livro incrivel.

    P de Paranoia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim esse é o motivo que eu acho que o deixou meio lerdo mesmo. A historia é ótima mesmo <3

      Excluir
  5. Já li esse livro! Saca só a adaptação que eu e meu amigo (que tbm já leu) fizemos: https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-9/10257078_619510004807011_4661346156288589540_n.jpg

    Eu concordo, o protagonista é MUITO lesadinho, mas eu acho o livro bem legal apesar de ser beeeeem gay tbm! Uma coisa legal no Charlie é que ele é um nerd batedor SUASUU ele nunca apanha e nunca é zoado... E é meio gay... Bom, a adaptação que a gente fez já explica tudo u.u mas é um livro bom, a sua avaliação está perfeita. Ainda n fiz resenha no meu blog, mas quando fizer a resenha vai ser bem parecida com a sua KKKK

    Bjs! <33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a foto que vocês fizeram kkkk'
      Isso é bem legal mesmo dele. Quando você fizer sua resenha me avisa <3

      Excluir
  6. Eu ainda não assisti o filme e nem li o livro por um simples motivo: MEDO. Aí vem a pergunta: medo de quê? de me decepcionar com a historia ou como li na resenha já que o final é meio triste de chorar e ficar com aquela ressaca literária onde uma semana depois você continua pensando naquilo. Não gosto muito de capa de livro com o filme mas está ficou boa. Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não deveria ter medo, tenho certeza que vai gostar tanto do filme como do livro <3

      Excluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;